Seguidores

...

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

QUAL É DE LAWRENCE FERLINGHETTI



C O N V I T E


Qual é a do Ferlinghetti?
Com Ricardo Silvestrin, Eduardo Bueno e Marcelo Noah

Dia 1º de agosto de 2009, sábado,
das 18h30 às 21h

Na Palavraria – Livraria-Café
Entrada franca

A poesia de Lawrence Ferlinghetti numa conversa entre três leitores do poeta beat.
Eduardo Bueno vai falar sobre a sua experiência de traduzir, além de conhecer pessoalmente o poeta americano.
Marcelo Noah, que tem Ferlinghetti como um dos seus bruxos, anuncia uma surpresa que está preparando para revelar no encontro.
E o poeta Ricardo Silvestrin pergunta: qual é a do Lawrence Ferlinghetti?
Qual é?, projeto criado por Ricardo Silvestrin, com produção do jornal Vaia, acontece mensalmente, aos sábados, na Palavraria.

Ricardo Silvestrin lançou 12 livros. Os mais recentes são “O Menos Vendido”, poesia, “Play”, contos, “Transpoemas”, infantil de poesia. É também músico da banda os poETs. É colunista do jornal Zero Hora. Apresenta na rádio Ipanema FM o programa Transmissão de Pensamento. Recebeu por 5 vezes o prêmio Açorianos de Literatura.
Eduardo Bueno é jornalista, escritor, editor e tradutor. Fascinado por história brasileira, consagrou-se como um autor talentoso, capaz de imprimir um ritmo moderno e original à narrativa de episódios históricos. Publicou A Viagem do Descobrimento e Náufragos, Traficantes e Degredados A Viagem do Descobrimento também ganhou o prêmio Jabuti em 1999.
Poeta pós-contemporâneo, Marcelo Noah foi acusado de envolvimento no "I Congresso de Poesia Totalitária - Algonauta Navepoesia Galacto-canibal", bem como da difusão do programa de rádio "Clara Crocodilo Show!". Lançou em 2006 o CD "Trinta em Transe", apanhado da poesia no sul do Brasil e organizou o primeiro Slam de Poesia do país. No cinema, dirigiu o curta-metragem "Mel do Zé", que cobre uma noite de prazeres de Zé Celso Martinez em Porto Alegre. Atualmente mantém atividades mais-que-literárias junto ao grupo "Nave Vazia" e à rádio Ipanema fm.

Contatos: jornalvaia@gmail.com e 9892-3603
Visite o sítio da Palavraria:
www.palavraria.com.br Comente, opine, divulgue.

Palavraria - Livraria-Café

Rua Vasco da Gama, 165 - Bom Fim

90420-111 - Porto Alegre
Telefone 051 32684260
palavraria@palavraria.com.br

release de Ricardo Silvestrin
ricardo.silvestrin@globo.com

REUNIÃO DIA 25 DE AGOSTO NO LÁPIS CAFÉ

POETAS DEL MUNDO LÁPIS CAFÉ

No encontro desta noite, estavam presentes:
Mário Feijó (Cônsul de Capão da Canoa), com seu brilhante trabalho de arte e poesia naquela localidade, a companhado de seu amigo e parceiro de performances, o ator Julian.

Os Cònsules Vera Salbego (ao centro)
e Mário Feijó (ao fundo)

com uma convidada.
Silvio Belbute e Telmo Martins, da Associação Benjamin constant e Rádio Web DaGente. Silvio fez palestra sobre a ação social nas comunidades, já estão convidados a participar do movimento.
Silvio Belbute e Telmo Martins da Rádio Web DaGente
e Associação Benjamin Constant de Porto Alegre

Alcione Sortica (Cônsul bairro Auxliadora), com sua máquina podserosa, clicou as fotos do blog, presença confirmada, com sua esposa Ivone, e falou sobre o trabalho que realiza na Caosótica e em escolas pelos municípios do Rio Grande do Sul.

Cônsules Alcione Sortica e Soninha Porto,
acompanhados da nova integrante dos

Poetas del Mundo, Maria Lucia,
ouvem palestra de Silvio.


Vera Salbego, Cônsul de de Guaíba com uma amiga, pediu licença do trabalho para estar com a gente. Falou sobre as atividades literárias sociais que realiza em Guaíba, com apoio de prefeitura.

O grupo numa mesa, ao ar livre,
prestigiado por Rogério Sartori do Lápis Café

Maria Lúcia, a Violetta, está aguardando sua inclusão no movimento, professora de história que nos traz a sua poesia, sua trajetória e entusiasmo ao grupo para participar das atividades que surjam.
Sandra Vasquez indicada também para Poetas del Mundo, é do movimento Proyecto Cultural Sur, núcleo Porto Alegre.
Rogério Sartori, dono do Lápis Café, recepcionou e participou com a gente da palestra de Silvio.
Maria Clara Segobia, Cônsul da Zona Sul, falou sobre as atividades do Congresso e sobre somar com todos os grupos e dividir conhecimento, arte e poesia.
Esteve ainda, anotando tudo, Márcia Martins, Assessoria de Imprensa, do Movimento no Rio Grande do Sul.


Rogério Sartori, Maria Clara Segobia,
Ivone e Alcione Sortica, Maria Lúcia

Soninha Porto
e Márcia Martins na Livraria Nobel ao lado café

Momentos que valem a pena se repetir.




“Convergências” – A Poesia Visual de Tchello d’Barros



C O N VI T E


O espaço de exposições do Largo das Letras, Rio de Janeiro – RJ, apresenta a exposição Convergências, composta de poemas visuais do catarinense Tchello d’Barros. A mostra apresenta também o álbum fotográfico Palavraria Pública, um exercício de street photography, onde o autor fotografa – no Brasil e em diversos países - recortes de frases em placas, out-doors, fachadas de lojas, etc, resultando num diálogo inusitado com as obras de Poesia Visual. Para a poeta Andrea Lúcia, curadora da exposição, “esta é uma boa oportunidade para o público carioca e fluminense conferir como os trabalhos de diferentes fases desse poeta visual se relacionam com sua produção contemporânea”, pois a mostra traz para o Rio de Janeiro algumas criações recentes e mesmo alguns trabalhos inéditos do autor. Embora Tchello d’Barros tenha também publicado até o momento cinco livros de poemas ‘convencionais’, começou mesmo foi com poemas visuais lá pelos idos de 1993, em Blumenau – SC, e segue numa produção lenta mas constante, numa média de meia dúzia anualmente. Desde 2004 está radicado em Maceió – AL, e por conta das oficinas literárias que ministra sobre o tema, reuniu alguns trabalhos de séries mais representativas e estreou a mostra em 2006, no NAC – Núcleo de Arte Contemporânea, em João Pessoa – PB. Na seqüência, em 2007, foi exibida no Misa – Museu da Imagem e do Som de Alagoas, em Maceió – AL. Em 2008 foi apresentada no CEN - Congresso Internacional de Literatura Lusófona, em Blumenau – SC. Após essa passagem pelo Rio, a mostra segue a itinerância para outras capitais brasileiras.
Para a abertura da exposição em Santa Tereza, haverá também um sarau de poesia, coordenado pelo poeta Luiz Fernando Prôa, que realiza na cidade diversas ações literárias, além de editar o site Alma de Poeta, onde Tchello realiza curadorias virtuais. No sarau, além da apresentação dos Poemínimos – micro-poemas Verbi-voco-visuais de Tchello d’Barros – diversos poetas estarão presentes para recitar seus próprios poemas. Na sequência, apresentação musical (guitarra, violão e piano) com Aloysio Neves trazendo arranjos de Toninho Horta, Egberto Gismonti, Hermeto Pascoal, A. Neves, Joe Pass, Villa-Lobos e Tom Jobim, entre outros.

Programa
Abertura às 19:00hs
- Exposição de Poesia Visual - Tchello d’Barros
- Exposição do álbum Palavraria Pública - Tchello d’Barros
- Sarau Alma de Poeta - coordenação de Luiz Fernando Prôa
- Apresentação Musical (guitarra, violão e piano) - Aloysio Neves

Clique na imagem para ver o convite

SERVIÇO

Abertura: quinta-feira 03 set 2009 - das 19 às 24h
Local: Livraria Largo das Letras - Tel. (21) 2221-8992
Rua Almirante Alexandrino, 501 Largo do Guimarães
Bairro Santa Tereza - Rio de Janeiro - RJ
Entrada franca
Visitação: 04 set à 04 out 2009 - Terça à Domingo - das 14 às 24h
Curadoria: poeta Andrea Lúcia agatha_triste@hotmail.com
Mais informações: Tchello d’Barros tchello@tchello.art.br

Agradecimentos:
Anna Mallet – Largo das Letras
Luiz Fernando Prôa – Alma de Poeta
Paulo Rafael – Pizzas Artesanais



Informações Complementares:
Como chegar:
De carro: Pode subir pelas ruas Cândido Mendes, na Glória, Monte Alegre, no Bairro de Fátima, Joaquim Murtinho, na Rua do Riachuelo, é só seguir os trilhos do bonde.
De ônibus: Há duas linhas, 206 e 214, o ponto final fica na Av. Nilo Peçanha, ao lado do Buraco do Lume, antes de subir o morro tem parada na rua Gomes Freire, Lapa, em frente ao Supermercado Rede Economia e Banco Itaú.
De Bonde: Há horários de meia em meia hora, o último partindo ás 20:30h, é só se dirigir a estação ao lado do prédio da Petrobrás, na av. Chile, Centro.
Gastrô: no local pode-se tb degustar as Pizzas Artesanais de Santa Tereza, acompanhadas por um bom vinho, uma cerveja bem gelada, limonada suíça, doces e a cachacinha Caraíba, da cidade de Paraopeba, M. G, guardada em barril de jequitibá. Tudo ao ritmo e a velocidade tranquila do bairro de Santa Tereza.
Feriado: O espaço estará aberto também na segunda-feira do feriado de 07 de setembro.

Tchello d’Barros: à vista e a prazo.
por Al Chaer


Apresentar Tchello d’Barros é ao mesmo tempo honra e desafio. Mais honra que desafio. Pois a primeira se basta e o segundo não se esgota.

Tenho o privilégio de participar (acompanhando) de parte da trajetória de Tchello d’Barros nestes últimos 10 anos. Era 1999, quando conheci Tchello d’Barros através dos seus poemínimos. Já naquela época me via diante de um texto dentre os mais densos que tinha lido. Concisão com cisão de palavras. Precisão que as palavras precisam.

Dez anos se passaram e, neste período, vi que os poemínimos de Tchello d’Barros não caminhavam sozinhos. Vinham junto às demais faces deste Tchello-muilti-tudo: poeta, designer, desenhista, artista plástico, poeta visual, fotógrafo, artista digital, haicaísta, cordelista, cronista, promotor cultural, palestrante, viajante e profundo conhecedor da história das artes.

Assim, montando este quebra-cabeça, consegue-se entender um pouco mais sobre a palavra “olhar”. Quando o “olhar” é sentimento. Sentimento de encontro. Toda a Poesia (na acepção mais ilimitada da palavra) que Tchello nos revela nas diversas manifestações de sua obra - riquíssima e rara - é o sentimento de seu “olhar” que convida o nosso “olhar” para um abraço.

Nos idiomas, as palavras envelhecem, algumas chegam a morrer. Da maneira rara como Tchello as vê, as palavras se tornam mais jovens. Da forma surpreendente, criativa e talentosa como Tchello nos mostra, as palavras nos rejuvenescem. Assim também o é com as cores, com as formas e com as imagens.

O mais impressionante na construção de sua obra artística é o eixo que a norteia: há uma coerência em que clareza e simplicidade são cúmplices. E uma objetividade que nos faz concluir que, se Tchello sente com o “olhar”, ele “pensa” com um trabalho rigorosamente planejado e cuidadosamente estabelecido em um cronograma sem fim. Seu “olhar” não pára de trabalhar.

Tenho o prazer de falar que, pessoalmente, Tchello é melhor ainda que sua obra. Porque as palavras, as cores e as imagens GOSTAM DELE.

A obra de Tchello d’Barros comprova que a Poesia não é feita apenas com palavras. A Poesia de Tchello é uma passagem...só de ida. Sem volta. Pudera! Voltar pra quê? E pra onde?

E por quê do título “Tchello d’Barros: à vista e a prazo”? Porque a obra de Tchello d’Barros é a vista dele, para deixar a nossa vista mais bela. E a prazo, porque sua arte é para ser absorvida em suaves prestações: a perder de vista.


AL-Chaer
Goiânia, 25 de agosto de 2009


Recebido de Andrea Lucia da Poemas à Flor da Pele

domingo, 23 de agosto de 2009

MATÉRIA NO SITE DOS ARTISTAS GAÚCHOS

Este é o link do Siste dos dos Artistas Gaúchos
http://www.artistasgauchos.com.br/portal/?nid=1582


Poetas Del Mundo articulam encontro dia 25



A decoração original e o ambiente aconchegante abrigarão, novamente, os Poetas Del Mundo do Rio Grande do Sul, no dia 25 de agosto, a última terça-feira do mês, a partir das 19h, no Lápis Café.

Situado na Alameda das Artes do Shopping Total, o local já reuniu representantes dos poetas do Consulado de Porto Alegre, no início do mês, para definir futuras ações e intensificar as já existentes. No próximo encontro, os poetas declamam, traçam os novos planos e confraternizam com os presentes.


Motivados pelo sugestivo local, decorado com mais de três mil lápis, os poetas buscam o fortalecimento da poesia, a união dos membros e a interação com o público. O Movimento Poetas Del Mundo, hoje em 119 países, falado em 18 idiomas e com 2.700 poetas no País, é uma união de poetas que se comprometem a trabalhar pela solidariedade e pela paz. Em Porto Alegre, a fim de fomentar os objetivos, criou-se o projeto “Poesia Poetas Del Mundo”, com encontros sempre na última terça-feira do mês.

Os clientes do Lápis Café e os poetas deverão ser recebidos pelo Cônsul do Rio Grande do Sul, Nadir Silveira Dias, pela Consulesa de Porto Alegre, Soninha Porto, e pela Consulesa da Zona Sul, Maria Clara Segóbia. “Esperamos muita participação e poesia na roda”, informou Soninha. Um dos proprietários do Lápis Café, Rogério Sartori, promete os cafés tradicionais como expresso, capuchino, mocatino e doces e salgados.

Nas mesas, nas paredes e espalhados por toda a parte, os lápis da coleção de Sartori, classificados pela sua procedência (museus, hotéis, sapatarias), devem inspirar os poetas na escrita de suas novas obras.

O QUÊ: REUNIÃO DE POETAS DEL MUNDO DO CONSULADO DO RGS
QUANDO: 25/AGOSTO
HORA: A PARTIR DAS 19H
LOCAL: LÁPIS CAFÉ
ENDEREÇO: ALAMEDA DAS ARTES DO SHOPPING TOTAL






Márcia Fernanda Peçanha Martins
Mulher, mãe , amiga, poeta
Jornalista Diplomada
marfermartins@hotmail.com.
994-72-771

terça-feira, 18 de agosto de 2009

ENCONTRO DIA 25 DE AGOSTO, POETAS DEL MUNDO





O Consulado gaúcho, de Porto Alegre, está engajado em promover a Paz e com Arte e Poesia ajudar a combater atitudes maléficas do homem que levam a destruição do Planeta.


Delasniéve Dáspet, nossa Embaixadora para o Brasil, entusiasta do Movimento, instituiu já o Lápis Café como o Espaço para a "Poesia del Mundo", dos porto alegrenses, acatada por unanimidade pelos presentes à reunião do dia 4 de agosto, e que estendemos a todos do Rio Grande do Sul, interessados em participar.

O ambiente é agradável, com cafés e petiscos saborosos e o dono do Lápis Café, o artista plástico Rogério Sartori já está promovendo o encontro, solicita a todos que enviem um poema sobre o tema do Movimento, ou sobre lápis (ele tem uma coleção enorme de lápis espalhada pelo local) para colocar no espaço um varal de poesias . Chamou, ainda, uma pianista para o fundo musical, contatos da Livraria Nobel interessados em participar e enviou informações para a Assessoria de Imprensa do Shopping Total para divulgação.

Convidamos, também, Silvio Belbute, da Associação Benjamin Constant de Porto Alegre (ainda a confirmar) para fazer uma palestra sobre a água e Telmo Martins com seu violão, da Rádio Web da Gente, e para aderir aos Poetas del Mundo.

O
momento será para trocas de experiências, de somar, fortalecer amizades e de muita arte e poesia.
Participe!

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

POEART CONCURSO NACIONAL DE LITERATURA

III Concurso Nacional PoeArt de Literatura – 2009
Inscrições de 15 de JULHO a 31 de SETEMBRO de 2009
(Preferencialmente pela INTERNET ou pelos Correios)

A PoeArt Editora institui o III Concurso Nacional PoeArt de Literatura – 2009 (depois do sucesso dos dois primeiros), para premiar autores de ambos os sexos, maiores de dezoito anos, amadores ou profissionais, somente residentes no país, na categoria: Poesia, em língua portuguesa, tendo como objetivo principal a descoberta de novos autores e o intercâmbio cultural entre os participantes.

Inscrições:
Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 25,00 (vinte reais), podendo inscrever até dez poesias por meio de depósito bancário em favor de Jean Carlos da Silva Gomes, Conta Poupança: 197152222 – Agência: 0352 – Banco Real.


Ao efetuar a sua inscrição, o autor estará concordando com as regras do Concurso, e, se selecionado, autorizando a publicação dos trabalhos no livro Vozes de Aço – V Antologia Poética de Diversos Autores – 2010. Em caso de cópia indevida e demais crimes previstos na Lei do Direito Autoral, será responsabilizado judicialmente.


Tema e Apresentação:


- O tema é livre.
- Cada autor poderá inscrever de uma a dez poesias (versos livres ou poema com forma fixa), cada uma em uma página, inéditas ou não, máximo de até 30 versos cada, fonte Times New Roman, corpo 12, digitadas somente em um dos lados da folha, onde deverá constar o título de cada poesia.

Não é necessário pseudônimo.
- Uma via de cada trabalho, no mesmo envelope, mais um CD com as poesias gravadas e uma foto de perfil recente em alta resolução.
- Em anexo um envelope menor, lacrado, sem qualquer identificação do lado de fora, contendo:

- Nome completo, nº do RG, nome do concurso, títulos dos trabalhos, endereço completo, dados biográficos (no máximo dez linhas), telefone e e-mail.

- As obras que chegarem sem esses dados não serão consideradas inscritas.
- Todos os trabalhos enviados (selecionados ou não) serão incinerados, após a divulgação do resultado.


Forma de Inscrição:
As obras deverão ser enviadas (preferencialmente pela INTERNET para: poearteditora@gmail.com) ou pelos correios, juntamente com o comprovante original do depósito, para:
PoeArt Editora: Caixa Postal: 83967 – Cep: 27255-970 – Volta Redonda – RJ.


Premiação: Os cinco melhores poemas serão publicados sem qualquer ônus no livro Vozes de Aço – V Antologia Poética de Diversos Autores – 2010, e cada um dos cinco autores premiados receberá 5 exemplares da obra pelos direitos autorais.

A partir do 6º trabalho selecionado, os autores serão convidados a participar do livro pelo sistema de cooperativismo.

Jean Carlos Gomes / Organizador e Editor
Contatos: 24 - 9993-0615
E-mail:
jean_carllo@yahoo.com.br

http://recantodasletras.uol.com.br/autores/jeancarllo http://www.overmundo.com.br/agenda/iii-concurso-nacional-poeart-de-literatura-2009
http://clevanepessoa.net.blog.php
http://www.gargantadaserpente.com/encanta/c_poeart2009.shtml poesiaemvolta.blogspot.com / www.anandraobr.com softwarelivre.org/.../agenda-.-iii-concurso-nacional-poeart-de-literatura-2009 -


ENTREVISTA DE DELASNIÉVE DÁSPET



Entrevista concedida pela Embaixadora para o Brasil e Sub-secretária das Américas do Movimento Poetas del Mundo, Delasniéve Dáspet, no dia 10 de agosto ao Blog Poetas del Mundo Gaúcho.

SP:
Estes cargos de Embaixadora e Sub-Secretária, o que realmente representam na prática ao Movimento Poetas del Mundo?

DD:
Na pratica representam muito trabalho.Para mim. Tenho que estar em sintonia com a poesia brasileira e americana. Das três américas. Bom para mim que procuro conhecer mais e interagir. Hoje conheço poetas dos quatros cantos do pais - e todos se transformam em amigos e parceiros. Vez ou outra o caldo entorna, isso quando ferimos sucetibilidades. O " corpo diplomático poético " deve colocar em funcionamento as nossas ações em prol da paz, pois pela situação do mundo, se faz necessário que tomemos partido nos conflitos que ameaçam a estabilidade e o equilibrio do planeta. Mas isso não é o importante. Porque os cargos são apenas honoríficos e podem deixar de ser a qualquer momento - ou por incoveniência da parte ou por decisão do detentor. O importante, como dizia, são os poetas-membros. São eles que constituem o centro nervoso do movimento, porque os poetas amam a vida, defendem e entregam o melhor de si por essa causa. A missão do poeta, de cada membro, é grandiosa, fundamental, pois a ele cabe levar a palavra - como uma chuva a irrigar terrenos áridos.

SP: O que é ser um Poeta del Mundo?

DD: É ser comprometido com as coisas do mundo, deste século. Deverá apoiar - em maior ou menor escala todas as iniciativas que forem feitas em defesa da humanidade, da paz no mundo, da autoderminação dos povos, da preservação do meio ambiente, dos direitos humanos e da justiça social.

SP:
Quais as ações efetivas do Poetas del Mundo no Brasil?

DD:
Após quase quatro anos de criação Poetas del Mundo começa a consolidar-se. Estamos em 119 paises e traduzidos para 18 idiomas. No Brasil, país continental que somos, as coisas demoram um pouco mais. Ressalto o Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro - como os grandes espaços onde tudo caminha muito bem. Gosto da participação dos gaúchos -ressalto o Cônsul do Estado Nadir Silveira Dias - que sempre se faz presente nos atos e os demais cônsules que tem ativado e colocado Poetas del Mundo em movimento. Santa Catarina - ja realizou três encontros e parte agora para a realização do Congresso. Rio de Janeiro - andou parado - mas com a assunção do João Carlos Luz - as coisas movimentaram-se. Buzios estará realizando seu primeiro encontro ainda este mês. Em Minas Gerais e São Paulo - embora com maior contigente de associados ainda não se realizou nenhum evento de Poetas del Mundo.

SP:
O que vc recomenda a quem quer ser um poeta del mundo?

DD:
Acima de tudo humildade. Saber partilhar. Dizer SOMOS ao invés de SOU.


Obrigada Delasniéve Dáspet, parabéns pela sua luta e conte conosco aqui do Sul

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

NOVOS INDICADOS: TEM GAÚCHA AÍ GENTE!



Gustavo Siqueira Assessor de Imprensa de Poetas del Mundo em Santa Catarina
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo.asp?ID=4868 gustavo@gustavosiqueira.com.br

Márcia Fernanda Peçanha Martins Assessora de Imprensa de Poetas del Mundo no Rio Grande do Sul
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4382
marfermartins@hotmail.com

Elizabeth Misciasci Cônsul da Cidade de São Paulo - SP
Assessora de Imprensa de Poetas del Mundo em São Paulo - SP
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo.asp?ID=2860 imprensa@revistazap.org

Luciano Wallimann Wolff Cônsul de Nova Andradina - MS Assessor de Imprensa de Poetas del Mundo em Mato Grosso do Sul http://www.poetasdelmundo.com/verInfo.asp?ID=1653 releases.wolff@gmail.com wmirror@yahoo.com.br

http://www.delasnievedaspet.com.br/embaixadora_universal_da_paz.htm
e-mail de Delasniéve Dáspet

domingo, 9 de agosto de 2009

REUNIÃO DOS POETAS DEL MUNDO EM PORTO ALEGRE

Poetas Del Mundo traçam
metas para gaúchos


Luiz de Miranda, escritor gaúcho e Delasniéve Dáspet


O Movimento Poetas Del Mundo, presente hoje em 119 países, falado em 18 idiomas e que conta, no Brasil, com 2.700 poetas, intensifica a sua atuação no País. Para traçar metas de fortalecimento do grupo gaúcho, reuniram-se, na noite de 4 de agosto, representantes do Consulado em Porto Alegre.
O local do encontro, que teve a participação de mais de 15 poetas e presenças internacionais do Poetas Del Mundo, foi a Livraria Lápis Café, no Shopping Total, onde além de discutir futuras ações, os poetas brindaram os presentes com declamações de poesias.



A Relações Públicas do Movimento e integrantes de Porto Alegre
Marcinha Martins, Ilda Brasil e Alba Pires Ferreira

Da reunião, definiu-se um encontro mensal do Consulado de Porto Alegre, que ganhou o nome de “Poesia Poetas Del Mundo”, e ocorrerá, sempre na última terça-feira do mês, a partir das 19h, no Lápis Café. O próximo encontro será realizado no dia 25 de agosto. A Embaixadora pela Paz pelo Brasil dos Poetas Del Mundo, Delasnieve Dáspet, do Mato Grosso do Sul, convocou os poetas a intensificar os trabalhos.



Maria Lucia, a Violetta, poeta de Porto Alegre

“O momento é de fortalecer o movimento, buscar maior integração, união e ser mais propositivo”, afirmou. Delasnieve coordenou a delegação que esteve em Porto Alegre, formada pela jornalista da Revista Caras, em Paris, Delegada da Academia Francesa de Letras e Artes da França e Embaixadora pela França dos Poetas Del Mundo, Diva Pavesi; e pelo gaúcho, que hoje vive na Suécia, exilado política da época da ditadura, Guilem Rodrigues da Silva.


A Embaixadora Delasniéve lê o seu poema pela Paz ao seu lado o Cônsul sueco Guilem


Delasnieves destacou que os membros do Poetas Del Mundo precisam sempre trabalhar pela solidariedade e pela paz. “A poesia é o meio”.


Ivone Sortica entrega botton a Nélson Vieira de Souza,
de Mato Grosso do Sul


A Embaixadora Diva Pavesi, da França, recebe botton
de presente do Cônsul Alcione Sortica


Diva, produtora cultural paulista, naturalizada francesa e que vive na Europa há 22 anos, tornando-se uma das principais divulgadoras da cultura brasileira em terras francesas, surpreendeu com a visão adquirida de Porto Alegre. “Tenho uma visão européia da arte e da cultura e posso dizer que Porto Alegre é uma das cidades mais européias que já conheci”, disse a presidente da ONG Cultural franco-brasileira DIVINE PRODUCTIONS INTERNATIONAL. “De alma e do coração, aqui vi o por do sol mais belo do mundo”, confidenciou.

Os visitantes da Delegação e os Poetas Del Mundo foram recebidos pelo Cônsul Nadir Silveira Dias, do Rio Grande do Sul, pela Consulesa de Porto Alegre, Soninha Porto e Maria Clara Segobia, consulesa da Zona Sul.




Márcia Martins
Relações Públicas do Poetas Del Mundo em Porto Alegre
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=4382

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

POETAS DEL MUNDO NA ACADEMIA CASTRO ALVES EM PORTO ALEGRE



Em tarde festiva e de honrarias a Academia de Artes, Ciências e Letras Castro Alves, presidida pela Presidente Acadêmica Alba Pires Ferreira, Poeta del Mundo de Porto Alegre, deu posse a vários Escritores que estão engajados no movimento mundial.


Foram agraciados Odone Antônio Silveira Neves, Cadeira Nº 20, Patronesse: Bidu Sayão; Nadir Silveira Dias, Cônsul do Rio Grande do Sul, na Cadeira Nº 22, Patrono: Antônio da Silveira Lourenço;Léa Peres Day, Cadeira Nº 29, Patrono: Roberto Eggers,que integra o movimento na cidade de Porto Alegre.

Os Cônsules de Poetas del Mundo e Acadêmicos
Marinês Bonancina, de Porto Alegre,
Nelson Vieira de Souza, de Mato do Grosso do Sul e Guilem Rodrigues da Silva, de Lund, Suécia


Na oportunidade, representantes da Coordenação dos Poetas del Mundo de outros países e brasileiros foram empossados como Membros Acadêmicos Correspondentes: Diva Pavesi, Orléans/France, Embaixadora pela Paz na França,na Cadeira Nº 07, Patrono: Dyonélio Tubino Machado; GUuilem Rodrigues da Silva, Lund/Suécia, Cônsul da Suécia, na Cadeira Nº. 08, Patrono: Guilhermino César; Nelson Vieira de Souza Campo Grande/MS, Cônsul do Estado de Mato Grosso do Sul, na Cadeira Nº 09, Patrono: Heitor de Vasconcelos Saldanha e ADemir Antônio Bacca, de Bento Gonçalves/RS, Embaixador da Paz, na Cadeira Nº 10, Patrono: Lobo da Costa, ausente por motivos de saúde.
A presidente da Academia Alba Pires e a madrinha
Acadêmica Ilda Brasil entrega certificado a já empossada
Diva Pavesi, da França.

A mesa foi formada por Poetas del Mundo, a Acadêmica Alba Pires Ferreira, Presidente, Ilda Maria Costa Brasil, Secretária, Marinês Bonacina, Acadêmica e pela Embaixadora dos Poetas del Mundo no Brasil, a Acadêmica Correspondente Delasniéves Dáspet.O Mestre-de-cerimônias foi o Cônsul de Porto Alegre, Paulo Monti. Padrinhos da Academia leram as Biografias e falaram poemas dos empossados. Esses após receber a pelerine, assinar o termo de posse, receber medalhas e certificados discorreram sobre a vida de seus Patronos.



Circularam por lá vários escritores e poetas gaúchos, entre eles Luiz de Miranda, que em momento especial da apresentação foi convidado por Diva Pavesi a receber premiação e medalha pela Academia de Artes e Letras da França, ele que já é cogitado como o próximo para a Academia Brasileira de Letras.

Estiveram presentes ao evento o Coordenador da Poebras, Joaquim Moncks, o Mestre de Literatura Jorde Duarte Barbosa, os Acadêmicos, Ieda Cunha Cavalheiro, Presidente da casa do Poeta Rio-Grandense, de Porto Alegre e o escritor José Moreira da Silva.


Os poetas del Mundo, Coordenadora do Proyecto Cultural Sur, núcleo Porto Alegre e Secretária-Executiva do XVII Congresso de Poesia de Bento Gonçalves, Maria Clara Segobia, que homenageou Ademir Bacca, que por motivos de força maior, não pode comparecer , Rossyr Berny, da Editora Alcance, Milton Pantaleão, da Editora Alternativa e a Presidente da Academia Sul-Grandense de Letras, Lígia Leivas foram presenças que se destacaram na solenidade.

Após o evento o grupo comemorou num jantar especial, reunindo-se no Restaurante Via Imperatore, na Rua da República, 509, cidade baixa.



Local : Plenário Ana Terra, da Câmara Municipal
Porto Alegre/RS/Brasil, Avenida Loureiro da Silva, 255.
Data: 3 de Agosto de 2009
Hora: 14 horas 30 min

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

BATE-PAPO INFORMAL NO HOTEL BLUMENHOF


Mari Rigo, Maria Clara Segobia,
Delasnieves Dáspet e Nélson Vieira de Souza


Na tarde do primeiro dia, na chuvosa Blumenau, com um cafezinho gostoso, aconteceu um bate-papo informal, no saguão do hotel Bluemenhof, entre as gaúchas Mari Regina Rigo, representante de Canoas/RS e por Porto Alegre, Maria Clara Segobia, Consulesa da Zona Sul e Soninha Porto, Consulesa da cidade e o casal 'Poetas del Mundo', Nélson de Souza e Delásniéves Dáspet, Embaixadora Universal da Paz e Sub-Secretária Geral do Movimento nas Américas.Houve trocas de livros e fotos na tarde agradável em Blumenau.

domingo, 2 de agosto de 2009

O 3º ENCONTRO DE POETAS DEL MUNDO EM BLUMENAU/SC

Blumenau/SC sediou um encontro euro-brasileiro

Foi
coordenado por Delasniéve Dáspet, Embaixadora do Movimento para o Brasil, por Terezinha Manczak e Isnelda Weise, Consulesas de Santa Catarina e Blumenau, respectivamente, nos dias 31 de julho a 2 de agosto.

A embaixadora ds Poetas del Mundo, para o Brasil
Delasniéve Dáspet



Isnelda Weise e Terezinha Manczak,
Consulesas de Blumenau e Santa Catarina,
respectivamente.


A noite de sexta-feira, 31 de julho, foi a abertura do 3º Encontro, no chiquérrimo Viena Park Hotel, regado a vinhos e um jantar delicioso.
Após a Embaixadora Delásniéve falou aos presentes sobre o Movimento Poetas del Mundo, que está em 119 países, falado em 18 idiomas e só no Brasil somos 2.700 poetas. Falou, ainda, dos objetivos, a formação do grupo Coordenador no mundo, as funções de cada um na hierarquia do Movimento.

Delasniéve Dáspet fala aos presentes

Enfatizou a necessidade de incrementar atividades nos estados e nas cidades, onde já tem pessoas destacadas com cargos de cônsules, ou que são simplesmente Poetas de Mundo, abriu possibilidades de, inclusive, ser criado blogs individuais do Movimento, para divulgar pela inteenet o que estão realizando em nome desse grupo.


Dilva Pavesi,
Embaixadora dos Poetas del Mundo para a França

Destacaram-se nessa noite, autoridades brasileiras e européias do Movimento de Poetas del Mundo. Entre elas Diva Pavesi, Embaixadora para a França. Ela é naturalizada francesa, jornalista da Revista Caras em Paris e Delegada da Academia Francesa de Letras e Artes da França.

Nélson de Souza, esposo de Delasniéves Dáspet, ao centro Guilem Rodrigues da Siva, Cônsul sueco e Nadir Silveira Dias, Cônsul do Estado do Rio Grande do Sul.

O Cônsul da Suécia, Guilem Rodrigues da Silva, rio-grandino, que mora há mais de quarenta anos na Suécia, é presidente da Associacão de Escritores do Sul da Suécia (Escânia), membro do Sindicato dos Escritores da Suécia, da Associacão sueco-dinamarquesa de escritores, da Société Européenne de Culture em Vene-za.


Silvia Araujo Motta

Pelo Brasil também destaque para a explanação da Consulesa de Belo Horizonte, Silvia Araujo Motta, fenômeno dos acrósticos, mais de 1800, com reconhecimento no Brasil e exterior, além de ser renomada poeta sonestista-trovadora.
Ela apresentou painéis e performances poéticas sobre o autor homenageado como 'L'homme du sonnet", o poeta e sonestista Aléxis Félix D'Arvers.


Painéis da explanação de Silvia Araujo Motta



Momento especial na entrega de placas e certificados,
oferecidos por Silvia Araujo Motta,
aos destaques dos Poetas del Mundo.




Maria Clara Segobia entregou a placa
a Diva Pavesi, levando a jornalista às lágrimas
ao lado Guilem Rodrigues da Silva.



Representantes de Santa Catarina e Anthony

Momentos únicos, quando Anthony, um menino de 12 anos, falou ao microfone o Manifesto dos Poetas del Mundo e da entrega de uma placa especial, oferecida por Maria Clara,Segobia, Coordenadora do Proyecto Cultural Sur e Consulesa da Zona Sul, por Porto Alegre a Terezinha Manczak pela realização do encontro.


Delasniéve Dáspet, Maria Clara e Terezinha
no momento da entrega da Placa do Proyecto Cultural Sur



Na foto Walnélia de Santa Catarina e
Mari Regina Rigo do Rio Grande do Sul


Por Santa Catarina estiveram prestigiando os poetas e escritores Walnélia Pederneiras, poeta del mundo de Florianópolis, Mário Osny Rosa, Cônsul de São José/SC, Arlam M. Alves, de Tubarão/SC e Nair de Chapecó/SC.


Maria Clara e Soninha Porto

O casal Alcione e Ivone Sortica

A maior comitiva fora do Estado de Santa Catarina era do Rio Grande do Sul, com a presença dos poetas e escritores Nadir Silveira Dias, Cônsul do Rio Grande do Sul, Soninha Porto, Consulesa de Porto Alegre, Alcione Sortica e sua esposa Ivone Sortica, Cônsul do bairro Auxiliadora e Maria Clara Segobia, Consulesa da Zona Sul de Porto Alegre. Importante ressaltar a presença de Mari Regina Rigo, poeta e escritora, que representou sua mãe, a Consulesa de Canoas/RS.

Momento Poemas à Flor da Pele


Soninha Porto aproveitou a oportunidade para homenagear pessoas que cruzaram os seus caminhos e os da Poemas e tiveram importância significativa em sua vida pesoal e nos rumos da Comunidade.

Certificado para Silvia Araujo Motta,
amiga há tempos na internet



para Alcione Sortica, amigo desde o tempo
da Casa do Poeta Rio-Grandense


Para as Consulesas de Santa Catarina e Blumenau, Terezinha e Isnelda, pelo excelente trabalho de motivação e integraçãoo que realizaram

Para o menino Anthony, uma camiseta da Poemas


Troféu destaque para a Embaixadora dos Poetas del Mundo,
Delasnieves Dáspet, pelo incentivo ao trabalho que está sendo feito pela Poemas



Foto do final do evento dos Poetas del Mundo, dia 31 de julho


No dia 1º de agosto

Por um milagre de Deus não choveu e na parte da manhã, pode-se fazer uma reunião descontraída e cheia de debates acalorados sobre a definição de um Congresso de Poetas del Mundo.
Ficou acertado por votação, o 1º Congresso de Poetas del Mundo, em Blumenau em 2011, 10 dias antes do carnaval, com o tema "Responsabilidade Social" e o foco para o Meio Ambiente.


Mari Regina Rigo, de Canoas/RS

A reunião no SESC


Paulo R. Bornhofen, de Blumenau



Mário Osny Rosa, Cônsul de São José


O Almoço do dia 1º


Cervejaria Expresso em Blumenau

Recepcionistas

Performances



Poetas del Mundo reniram-se no grande evento da 'Feijoada francesa em comemoração ao Ano da França no Brasil' e os 10 anos de 'É Gustavo Siqueira na TV' realizado na Cervejaria Expresso, na rua 15 de novembro, 160. No local circularam mais de 400 convidados, a nata da sociedade de Blumenau, muita gente bonita, desfiles de modas, bandas, cantores franceses e DJs.

Gustavo Siqueira entrega troféu a Diva Pavesi


Diva Pavesi e belo sorriso com o troféu Edith Piaf
e Neide, de Blumenau a criadora do troféu


Gustavo Siqueira entrega a Delasnieve Dáspet o troféu

Delasniéve e seu troféu Edith Piaf

Naná recebe o troféu de Gustavo Siqueira

Teve cerimônia de entrega de troféus de cristal em homenagem a Edith Piaff, confeccionado por neide dos troféus aos destaques da cidade.Delasniéve Dáspet e Diva Pavesi, receberam os troféus como Embaixadoras do movimento, pelo Brasil e França respectivamente e Naná pela popularidade.


Diva Pavesi e Naná


Soninha Porto e Naná


Delasniéve e Naná


Muito assediada por todos os presentes, para entrevistas e fotos, foi Naná, que representa um fenômeno da TV Globo, pela popularidade que conseguiu com a sua presença no Big Brother Brasil.